Company Logo

Acesso Restrito

Docentes e Discentes

-

Estatística

Flag Counter

MyLiveChat


MESTRADO EM RADIOPROTEÇÃO E DOSIMETRIA - Turma 2013


 

Utilize leitor de QR CODE para download no celular ou tablet

Curriculo Lattes

ADAM DE FREITAS BURGOS   
Nomes em citações bibliográficas: BURGOS, ADAM. F.; BURGOS, ADAM DE FREITAS
Status: TITULADO

Data: 27/07/2015


Área de Concentração: FÍSICA MÉDICA
Orientador: EDUARDO DE PAIVA (IRD/CNEN)
Co-orientador: ROBERTO SALOMON DE SOUZA (INCa)

Dissertação: ANÁLISE DA PERCEPÇÃO DE RISCO DOS SERVIÇOS DE RADIOTERAPIA DA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO USANDO O SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE RISCO EM RADIOTERAPIA (SEVRRA/FORO)

Revisor: Walsan Wagner Pereira (IRD/CNEN)

Banca Examinadora: Eduardo de Paiva (IRD/CNEN) - Luiz Antonio Ribeiro das Rosa (IRD/CNEN) - Renato Di Prinzio (IRD/CNEN) - Victor Gabriel Leandro Alves (INCa)

Resumo: Neste trabalho foi possível analisar a percepção dos riscos associados aos processos existentes na braquiterapia de alta taxa de dose e na teleterapia com o uso de aceleradores lineares dos serviços de radioterapia da região metropolitana do Rio de Janeiro, através do uso combinado de duas metodologias propostas: FMECA e Matriz de risco, desde uma análise geral até outras mais específicas. Foi utilizado o banco de dados de um software (SEVRRA) para identificar os possíveis processos existentes nos serviços de radioterapia (braquiterapia e teleterapia) e classificar as sequências de eventos em níveis de risco. Foram analisados os níveis de risco, em cada etapa e sub-etapa, presentes no tratamento de pacientes submetidos à braquiterapia intracavitária ginecológica de alta taxa de dose e nos tratamentos de teleterapia com o uso de aceleradores lineares através de feixes de fótons ou elétrons, no intuito de estabelecer recomendações aos riscos de maior prioridade para cada caso. Os resultados mostram que, apesar do procedimento de braquiterapia de alta taxa de dose ser automatizado e menos propenso a erros ou falhas, cotidianamente, ainda assim é possível encontrar quantidades consideráveis de processos com níveis de percepção de risco preocupantes. Os processos que estão mais sujeitos a riscos de acidentes radiológicos estão associados a procedimentos cuja maior parte das falhas foi relacionada à etapa de registros e planejamento do tratamento. Os controles analisados demonstraram pouca eficiência, alertando sobre a necessidade da procura e aplicação de novos controles mais eficientes na rotina da braquiterapia de cada serviço participante. Sobre o procedimento de teleterapia foi constatado que a maior parte das falhas foi relacionada às etapas de registro e planejamento do tratamento e de equipamentos. Os controles analisados para teleterapia, apresentaram um resultado deficiente com um primeiro tipo de análise realizado, sugerindo um novo tipo de análise mais adequado. Com um segundo tipo de análise, estes controles puderam ser melhor analisados e apresentaram uma ordem de relevância de acordo com um percentual de eficiência. Controles como “Realização do double-check”, “Imagem portal semanal” e “Revisão médica semanal dos pacientes”, foram os destacados como os mais presentes e eficientes na rotina do procedimento de teleterapia. Estes resultados possuem grande relevância para este tipo de metodologia, uma vez que a praticidade de aplicação da mesma, aliada a sua potencial identificação e classificação de riscos, confirmam a viabilidade de uso na rotina dos serviços da região metropolitana do Rio de Janeiro, assim como em outras localidades, buscando atender as recomendações nacionais e internacionais de segurança e proteção radiológica.


 

 

 

Curriculo Lattes

 

 

 

AMANDA GOMES LOPES
Nome em citações bibliográficas:
LOPES, A. G.

Status: TITULADO
Data: 17/12/2015

Área de Concentração: METROLOGIA
Orientador: LUIZ TAUHATA (IRD/CNEN)
Co-orientadora: ARLENE ALVES DOS REIS (IRD/CNEN)

Dissertação: PROTOCOLO PARA TRATO DE PESSOAS QUE SOFRERAM FERIMENTOS COM MATERIAL RADIOATIVO EM ACIDENTES RADIOLÓGICOS E NUCLEARES

Revisor: Carlos José da Silva (IRD/CNEN)

Banca Examinadora: Luiz Tauhata (IRD/CNEN) -  Bernardo Maranhão Dantas (IRD/CNEN) - José Ubiratan Delgado (IRD/CNEN) - Renato Di Prinzio (IRD/CNEN)

Resumo: A manipulação de vidrarias, como ampolas, contendo algum tipo de solução é muito comum em laboratórios de pesquisa ou de produção. Durante a manipulação, existe a probabilidade de ocorrência de incidentes, como a quebra de ampolas ou frascos de vidro contendo material na forma líquida ou em pó que pode gerar um ferimento com possibilidade de contaminação pelo material manipulado. Quando a solução é radioativa há uma preocupação maior devido ao risco da possibilidade de incorporação desse material. Segundo a NCRP 156, a literatura científica contém relatos de mais de 2100 casos de ferimentos contaminados com radionuclídeos e em mais de 90% dos casos, ocorreram nas mãos e braços, mas principalmente nos dedos. Apesar de não ter casos de ferimentos com material radioativo relatado no Brasil e nem um protocolo desenvolvido pelas Agências Nacionais, as aplicações e, consequentemente, a manipulação de radionuclídeos é crescente no país, aumentando a possibilidade de ocorrência de ferimento contaminado por radionuclídeos. Neste trabalho foi proposto uma metodologia para gestão de indivíduos que sofreram ferimentos com material radioativo em situações de acidentes nucleares e emergências radiológicas que apresentem incorporação, e consistiu, em quatro etapas: definição do cenário do acidente, triagem do indivíduo do público ou trabalhador, medições adequadas com detectores PRD, IdentiFINDER2 e germânio em diferentes espessuras do material tecido-equivalente, e posteriormente, adoção de medidas de primeiros socorros que consistem no atendimento, monitoração do pessoal contaminado, a avaliação da dose efetiva e o encaminhamento para o centro médico especializado. Como exemplo dos resultados, tem-se que, o caso do 241Am em que o melhor desempenho foi obtido pelas medições com o HPGe blindado (7%) e com o IdentiFINDER2 blindado e com colimação de 0,5 cm (10%). Enquanto que, O PRD sem blindagem, o IdentiFINDER2 sem blindagem ou com blindagem lateral e o TeCd sem blindagem, apresentaram desempenho variando de 30 a 70%. De forma geral, as incertezas obtidas apresentaram valores inferiores a 1,5%. Neste trabalho foi apresentado um protocolo para gestão de indivíduos com ferimentos contaminados por material radioativo.


Curriculo Lattes ANA PAULA FONSECA DE ALMEIDA
Status: DESLIGADO
Data: 30/12/2014


Área de Concentração: ---
Orientador: ---

 

 

 

 

 

Curriculo Lattes

ANELISE RUZZARIN  
Nome em citações bibliográficas: RUZZARIN, A.

Status: TITULADO

Data: 06/03/2015

Área de Concentração: METROLOGIA
Orientador: AKIRA IWAHARA (IRD/CNEN)

Dissertação: ASPECTOS METROLÓGICOS NA ESTIMATIVA DE DOSE EFETIVA DE PACIENTES EM MEDICINA NUCLEAR

Revisor: Luiz Tauhata (IRD/CNEN)

Banca Examinadora: Akira Iwahara (IRD/CNEN) - José Ubiratan Delgado (IRD/CNEN) - Ana Maria Xavier (ESPOA/CNEN) - Karla Cristina de Souza Patrão  (IRD/CNEN)

Resumo: Com o objetivo de investigar o desempenho das medições de rotina nos ativímetros dos serviços de medicina nuclear, o Laboratório Nacional de Metrologia das Radiações Ionizantes/Instituto de Radioproteção e Dosimetria (LNMRI/IRD), no Brasil, vem conduzindo, desde 1998, um programa de intercomparação para medições de atividade de radiofármacos administrados em pacientes de medicina nuclear. A partir do resultado do desempenho, são determinados fatores de correção para a atividade a fim de avaliar com melhor exatidão a atividade administrada aos pacientes. Neste trabalho o fator de correção é determinado pela razão entre a atividade lida no  ativímetro do SMN e a atividade determinada pelo LNMRI, que é  considerada como verdadeira ou de referência. Para que a atividade administrada ao  paciente não seja nem maior e nem menor que o valor adequado, é fundamental que as calibrações dos ativímetros estejam rastreadas aos padrões dos laboratórios nacionais de metrologia, de modo a não expor os pacientes a doses desnecessárias de radiação. Com os valores das atividades corrigidas, pode-se empregar estes valores para calcular, com maior exatidão, a dose efetiva recebida pelo paciente, bem como o risco de indução de câncer. Neste trabalho foram avaliadas atividades administradas em 1496 pacientes adultos e 134 pediátricos de três SMN do Brasil, em diferentes exames de diagnóstico utilizando 99mTc e 131I. Observou-se uma diferença considerável entre a atividade administrada e a atividade corrigida de até 30% e 13% acima do valor de referência, respectivamente, para o 131I e 99mTc, resultando em uma diferença considerável entre a atividade administrada e a atividade corrigida. As consequências desta diferença não são muito críticas, pois a atividade corrigida foi inferior a atividade lida no ativímetro antes da administração, causando assim uma dose efetiva inferior nos pacientes. Porém, essa redução na atividade pode acarretar em problemas na obtenção da imagem e, consequentemente, falhas no diagnóstico.


Curriculo Lattes

CAROLINE DE ARAUJO COSTA
Status: DESLIGADO
Data: 16/07/2014

Área de Concentração: ---
Orientador: ---


Curriculo Lattes

JULIO CESAR DE ALMEIDA JUNIOR
Status: DELIGADO
Data: 11/06/2014


Área de Concentração: ---
Orientador: ---


 

Utilize QR CODE para download no celular ou tablet

Curriculo Lattes

LUCIA MARIA EVANGELISTA DO NASCIMENTO
Nome em citações bibliográficas: NASCIMENTO, L. M. E.

Status: TITULADO
Data: 10/03/2014

Área de Concentração: RADIOECOLOGIA
Orientadora: ANA CRISTINA DE MELO FERREIRA (IRD/CNEN)

Dissertação: DESENVOLVIMENTO DE UM BANCO DE DADOS GEOREFERENCIADO DE VALORES DE RADIONUCLÍDEOS EM ALIMENTOS TÍPICOS NA AMÉRICA LATINA - SIGLARA

Revisor: Walsan Wagner Pereira (IRD/CNEN)

Banca Examinadora: Ana Cristina de Melo Ferreira (IRD/CNEN) - Antônio Carlos Costa (UERJ) - Maria Angélica Vergara Wasserman (IEN/CNEN) - Tadeu Augusto de Almeida Silva (IRD/CNEN)

Resumo: A atividade relacionada ao gerenciamento de informações ligadas à avaliação ambiental tem como objetivo principal proporcionar à comunidade científica mundial um melhor acesso às informações ambientais significativas e ajudar a utilização dessas informações na tomada de decisões em caso de contaminação decorrente de acidentes ou ações propositais. Nos últimos anos, as geotecnologias adquiriram caráter fundamental para pesquisas e monitoramento ambiental, uma vez que possibilitam, com eficiência, a obtenção e tratamento de elevada quantidade de dados sobres recursos naturais. O objetivo deste trabalho foi o desenvolvimento de um sistema de banco de dados georeferenciado (SIGLARA) para armazenar os valores de radionuclídeos em alimentos típicos na América Latina, definido em três idiomas (espanhol, português e inglês), utilizando softwares livres. O objetivo teve por base atender à necessidade principal do Projeto ARCAL RLA 09/72, financiado pela Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), tendo como participantes onzes países da América Latina. O banco de dados georeferenciado criado para o sistema SIGLARA foi testado na sua aplicabilidade, através da entrada e manipulação dos dados reais analisados, o que permitiu concluir que o sistema é capaz de armazenar, recuperar, exibir relatórios e mapas das amostras de alimentos cadastradas. As interfaces que fazem a ligação do usuário com banco de dados mostram-se eficientes, tornando o sistema de fácil operacionalidade. Sua aplicação à gestão ambiental já mostra resultados, esperando-se que tais resultados encorajem sua ampla adoção por outros países, instituições, meio científico e público em geral.


 

Utilize QR CODE para download no celular ou tablet

Curriculo Lattes

MARILICE DE ARAUJO SILVA VALVERDE
Nome em citações bibliográficas: VALVERDE, M. A. S.

Status: TITULADO
Data: 01/07/2015

Área de Concentração: FÍSICA MÉDICA
Orientadora: LUCÍA VIVIANE CANEVARO (IRD/CNEN)
Co-orientador: JOÃO EMÍLIO PEIXOTO (IRD/CNEN)

Dissertação: DESENVOLVIMENTO DE UM MODELO PARA A GESTÃO DA QUALIDADE E DOS RISCOS EM SERVIÇOS DE MAMOGRAFIA

Revisor: Claudia Lucia de Pinho Mauricio (IRD/CNEN)

Banca Examinadora: Lucía Viviana Canevaro (IRD/CNEN) -Bernardo Maranhão Dantas (IRD/CNEN) - Maria Célia Resende Djahjah (UFRJ) - Ronaldo Corrêa Ferreira da Silva (INCa)

Resumo: No Brasil, há quatro décadas, a mamografia vem sendo utilizada no rastreamento do câncer de mama e diagnóstico das patologias mamárias. No entanto, ela não é um procedimento isento de riscos. Por envolver exposição à radiação, principalmente em mulheres saudáveis, é de fundamental importância a qualidade dos exames oferecidos. Nesse aspecto, para melhor monitorar os serviços e garantir a qualidade dos exames, o Ministério da Saúde instituiu o Programa Nacional de Qualidade em Mamografia (PNQM), em 2012. Ele requer a implementação do Programa de Garantia de Qualidade (PGQ) em todos os serviços no país. Como os protocolos nacionais são restritos aos testes de controle de qualidade (CQ) e não abordam as questões relacionadas aos aspectos da gestão da estrutura, dos processos e dos resultados, que são necessários naimplantação do PGQ, o objetivo deste estudo foi desenvolver um modelo para a gestão da qualidade e dos riscos em serviços de mamografia. Foram usados como base para o trabalho: o estudo da evolução da legislação; dos conceitos de qualidade aplicados àárea da saúde; dos princípios de radioproteção; e dos protocolos de qualidade emmamografia, nacionais e internacionais. Foram realizadas análises numa amostra de quatro serviços de mamografia, onde foi aplicado o fluxo das avaliações propostas no PNQM, dos requisitos do PGQ; de desempenho dos equipamentos; e da qualidade das mamografias e dos laudos. Os resultados mostraram que nesses serviços não havia gestão da qualidade estruturada, análise e melhoria dos procedimentos e implantação de indicadores de desempenho. Entretanto, devido ao acompanhamento que receberam durante este estudo, todos, atualmente, se encontram em processo de adequação ao PGQ e já foram certificados em qualidade pelo Colégio Brasileiro de Radiologia, por atenderem as suas exigências de nível de dose, qualidade das mamografias e dos laudos. Nas avaliações de desempenho dos equipamentos, as não conformidades encontradas foram, quando possível, corrigidas e as doses empregadas nos exames atendem aos valores de referência, o que mostra a importância da monitoração constante e do envolvimento da direção e dos profissionais para as questões de qualidade. Os estudos e avaliações propiciaram o desenvolvimento do modelo proposto, que define claramente os itens relacionados ao PGQ, podendo ser facilmente adotado em qualquer estabelecimento, tanto nos de pequeno porte, como nos de maior complexidade, preparando-os para o processo de acreditação.


 

Utilize QR CODE para download no celular ou tablet

Curriculo Lattes

Discente Premiada - Saiba Mais...

MIRIAM TAINÁ FERREIRA DE ARAUJO 
Nomes em citações bibliográficas: ARAUJO, M. T. F.; ARAÚJO, M.T.F.; De Araujo, M.T.F.; DE ARAÚJO, M.T.F.; DE ARAÚJO, M T F

Status: TITULADO
Data: 16/03/2015

Área de Concentração: METROLOGIA
Orientador: JOSÉ UBIRATAN DELGADO (IRD/CNEN)

Dissertação: PADRONIZAÇÃO ABSOLUTA DO 121TE POR ESPECTROMETRIA GAMA UTILIZANDO O MÉTODO DO PICO-SOMA

Revisor: Carlos José da Silva (IRD/CNEN)

Banca Examinadora: JOSÉ UBIRATAN DELGADO (IRD/CNEN) -  KARLA CRISTINA DE SOUZA PATRÃO  (IRD/CNEN) - LUIZ TAUHATA (IRD/CNEN)  - MARIA CÂNDIDA M. DE ALMEIDA  (DRS/CNEN)

Resumo: O ¹²³I é um radiocuclídeo largamente utilizado em procedimentos de radiodiagnóstico em medicina nuclear e no tratamento de câncer de tireoide. É rotineiramente produzido no Brasil pela reação ¹²⁴⁻Xe (p, 2n) ¹²³Cs-> ¹²³Xe -> ¹²³I em acelerador cíclotron. Entretanto, as impurezas emissoras de radiação gama, por exemplo, ¹²¹Te, ¹²¹ᵐTe, ¹²³ᵐTe, e ¹²⁵I, são observados no espectro. A maioria destes tem meia-vida maior do que as do ¹²³I. O ¹²¹Te é o que possui maior importância e as suas radiações gama do radionuclídeo principal ficam encobertas no espectro. Alguns estudos indicam um baixo teor de impurezas, mas não determinam a atividade de cada contaminante. A avaliação de impurezas radionuclídicas no radiofármaco utilizado é essencial, uma vez que estes podem influenciar o tratamento do paciente ou de diagnóstico por imagem. A Farmacopéia exige que as impurezas não sejam apenas identificadas, mas também quantificadas e a espectroscopia gama prova ser uma técnica eficiente para a sua determinação. No entanto, para compreender melhor os dados de decaimento do ¹²¹Te, é necessário dispor de uma calibração absoluta da atividade. Para isso o uso do método da calibração do ¹²¹Te pelo método pico-soma permitiu sua padronização com incertezas menores que 2%.


 

Utilize QR CODE para download no celular ou tablet

Curriculo Lattes

 

MONICA ARAUJO PINHEIRO 
Nome em citações bibliográficas: PINHEIRO, M. A.

Status: TITULADO

Data: 26/02/2016

Área de Concentração: FÍSICA MÉDICA
Orientadora: LÍDIA VASCONCELLOS DE SÁ (IRD/CNEN)
Co-orientador: SERGIO AUGUSTO LOPES


Dissertação: AVALIAÇÃO DO MÉTODO DE RECONSTRUÇÃO E EFEITO DO VOLUME PARCIAL EM CINTILOGRAFIA CEREBRAL

Revisor: Carlos José da Silva (IRD/CNEN)

Banca Examinadora: Lídia Vasconcellos de Sá (IRD/CNEN) - Bernardo Maranhão Dantas (IRD/CNEN) - José Ubiratan Delgado (IRD/CNEN) - Renato Di Prinzo (IRD/CNEN)

Resumo: A Doença de Alzheimer é uma doença neurodegenerativa onde ocorre a destruição progressiva e irreversível dos neurônios. De acordo com a Organização Mundial de Saúde 35,6 milhões de pessoas vivem com demência e é recomendado que os governos priorizem técnicas de diagnóstico precoce. Testes laboratoriais e psicológicos de avaliação cognitiva são realizados e complementados por exames de imagem neurológica em Medicina Nuclear com o objetivo de estabelecer um diagnóstico preciso. A avaliação da qualidade da imagem e os efeitos do processo de reconstrução utilizado tornam-se ferramentas importantes na rotina clínica. No presente trabalho estes parâmetros de qualidade foram estudados, bem como os efeitos de volume parcial (EVP) de lesões de diferentes dimensões e geometrias, atribuídos às restrições de resolução do equipamento. Em um diagnóstico por demência, este efeito pode ser confundido com a perda de captação pela atrofia do córtex cerebral. Nesta avaliação foram utilizados doissimuladores físicos, de geometrias distintas, do American College of Radiology (ACR) e da National Electrical Manufactures Association (NEMA) para cálculos de Contraste, Razão Contraste Ruído (CNR) e Coeficiente de Recuperação (CR) em função do tamanho e forma das lesões. Foi empregado o radionuclídeo Tecnécio-99m para o protocolo de cintilografia cerebral, nas proporções 2:1, 4:1, 6:1, 8:1 e 10:1 entre a lesão quente e a região do corpo do simulador. Foram utilizados quatorze métodos de reconstrução para cada concentração, com filtros e algoritmos diferentes. Na análise de todas as propriedades concluiu-se que o efeito predominante em todos os métodos é o do volume parcial, levando a erros de quantificação em níveis que ultrapassam 80%. Além disso, verificou-se que o método de reconstrução mais efetivo foi o FBP, com filtro Metz, por apresentar melhor Contraste e melhor Relação Contraste Ruído. Também para este método foi observada a melhor correção pelos Coeficientes de Recuperação (CR) de cada lesão. O simulador ACR apresentou os melhores resultados por ter a lesão no formato cilíndrico atribuído à reconstrução mais precisa desta forma geométrica, o que não ocorre com as lesões esféricas do simulador NEMA. Os valores do CR podem ser aplicados para correção de valores de captação em lesões de vários tamanhos e relações de captação, auxiliando a equipe médica no processo de quantificação e diagnóstico de uma doença. Cada Serviço de Medicina Nuclear deve estabelecer os seus níveis de CR com o objetivo de prover melhor qualidade dos resultados com impacto positivo sobre a qualidade do atendimento disponibilizado aos usuários.


 

Utilize QR CODE para download no celular ou tablet

Curriculo Lattes

 

 

 

NILTON LAVATORI CORRÊA
Nomes em citações bibliográficas: CORRÊA NL; LAVATORI CORRÊA, N.

Status: TITULADO

Data: 25/09/2015

Área de Concentração: FÍSICA MÉDICA
Orientadora: LÍDIA VASCONCELLOS DE SÁ (IRD/CNEN)

Dissertação: ESTIMATIVA DE RISCO DE SEGUNDO CÂNCER PRIMÁRIO EM PACIENTES SUBMETIDOS A TERAPIA COM IODO RADIOATIVO PARA TRATAMENTO DO CARCINOMA DIFERENCIADO DE TIREOIDE

Revisora: Cláudia de Lúcia de Pinho Maurício (IRD/CNEN)

Banca Examinadora: Lidia Vasconcellos de Sá (IRD/CNEN) - Berdj Meguerian (IRD/CNEN) -  Cláudio Tinoco Mesquita (IRD/CNEN) - Luiz Antônio Ribeiro da Rosa (IRD/CNEN)

Resumo: O carcinoma diferenciado de tireoide é a neoplasia endocrinológica mais frequente e sua incidência só aumenta. A terapia com iodo radioativo (131I) é um método bem estabelecido utilizado no tratamento da doença. Entretanto, seu uso é objeto de controvérsias em pacientes com baixo risco de recidiva da doença após cirurgia, devido ao risco de indução de um segundo câncer primário, principalmente em pacientes jovens. Para estimar o risco de carcinogênese nos pacientes tratados com iodo radioativo, foram calculadas as doses absorvidas, após uma administração única de Na131I, em quatro órgãos críticos (glândulas salivares, estômago, rins e medula óssea) de 416 pacientes de dois hospitais do Rio de Janeiro. A idade média dos pacientes foi de 47,7 ± 15,4 anos, e 352 deles (85%) eram mulheres. As doses absorvidas médias nos órgãos críticos foram: 1,567 ± 0,431 Gy nas glândulas salivares, 1,022 ± 0,738 Gy no estômago, 0,315 ± 0,090 Gy no rim e 0,185 ± 0,051 Gy na medula óssea. Estes valores de dose ficaram bem abaixo dos limiares para efeitos determinísticos, e os pacientes mais jovens receberam doses absorvidas semelhantes às dos mais idosos. Em seguida, estes dados foram usados para estimar o risco atribuível ao tempo de vida (LAR) usando-se os modelos matemáticos do relatório BEIR VII. Este cálculo foi feito dividindo-se os pacientes por sexo e idade média, para quatro faixas etárias. As estimativas de incidência de câncer induzido pela radiação segundo o modelo variaram de 948 casos por 100.000 pessoas para câncer de estômago em pacientes mulheres com 21 anos de idade, caso mais crítico, a 16 casos por 100.000 pessoas para câncer do rim em pacientes mulheres com 75 anos de idade. A dose absorvida média de 0,18 Gy verificada na medula óssea das pacientes mulheres até 25 anos está relacionada a um LAR de leucemia de 151 casos em 100.000 pessoas. O risco de carcinogênese foi sempre consideravelmente maior nos pacientes mais jovens em relação aos mais velhos. Mulheres com 20 anos tratadas com 3,7 GBq de Na131I apresentaram um risco estimado de leucemia de 0,54 em 1.000 e de 3,5 em 1.000, para câncer de estômago. O risco de câncer de estômago para estas mesmas mulheres cai para 1,75 em 1.000 para uma atividade de Na131I administrada de 1,85 GBq e cerca de 1 em 1.000 para uma atividade de 1,11 GBq. Este estudo sugere que pacientes jovens de baixo risco devem receber uma atividade máxima de Na131I para ablação de 1,85 GBq, caso o tratamento com radioiodo seja considerada necessário.


 

Utilize QR CODE para download no celular ou tablet

Curriculo Lattes

 

RAMIRO CONCEIÇÃO MEIRELES
Nome em citações bibliográficas: MEIRELES, R. C.

Status: TITULADO

Data: 04/03/2016

Área de Concentração: FÍSICA MÉDICA
Orientador: ALESSANDRO FACURE NEVES DE SALLES SOARES (SEDE/CNEN)
Co-orientador: LUIZ ANTONIO RIBEIRO DA ROSA (IRD/CNEN)

Dissertação: AVALIAÇÃO DA ADEQUAÇÃO DO CÁLCULO DE BLINDAGENS DE SALAS DE RADIOTERAPIA ATRAVÉS DO MÉTODO DE MONTE CARLO E MEDIDAS EXPERIMENTAIS

Revisor: Eduardo de Paiva (IRD/CNEN)

Banca Examinadora: Alessandro Facure Neves de Salles Soares (SEDE/CNEN) - Claudio de Carvalho Conti (IRD/CNEN) - Eduardo de Paiva (IRD/CNEN) - Flávia Cristina da Silva Teixeira (SEDE/CNEN)

Resumo: A metodologia de cálculo de blindagens para serviços de radioterapia adotada no Brasil e em diversos países do mundo é aquela descrita na publicação 151 do National Council on Radiation Protection and Measurements (NCRP 151). Esta metodologia, no entanto, notoriamente emprega diversas aproximações que podem impactar tanto no custo da construção quanto na segurança radiológica da instalação. Apesar de esta metodologia estar correntemente consagrada pelo uso, alguns parâmetros empregados na metodologia de cálculo não foram submetidos a uma avaliação detalhada, para dimensionar o impacto das várias aproximações consideradas. Neste trabalho o código de Monte Carlo MCNP 5 foi utilizado com o propósito de avaliar as aproximações supracitadas. Foram levantados novos valores de TVLs, para fótons em concreto convencional (2,35 g/cm3) nas energias de 6, 10 e 25 MeV respectivamente, com fonte de radiação isotrópica criando uma geometria de incidência perpendicular nas barreiras, e posteriormente com um cabeçote blindado por chumbo emitindo feixe conformado em tronco de pirâmide. Avaliadas as margens de segurança adicionais do cinturão primário com o cabeçote emitindo feixe de fótons piramidal nas energias de 6, 10, 15 e 18 MeV. Realizado estudo da atenuação proporcionada pelo corpo do paciente nas energias de 6, 10, 15 e 18 MeV, levantando novos fatores de atenuação. Também foram feitas medidas experimentais de uma sala real de radioterapia, com o propósito de mapear a radiação de fuga do cabeçote do acelerador e os resultados obtidos, foram utilizados na simulação por Monte Carlo, além de realizar a validação de todo o estudo. Os resultados do estudo mostram que os valores de TVLs disponibilizados pela (NCRP, 2005) apresentam discrepâncias se comparados com os valores encontrados por simulação, podendo existir algumas estimativas de barreiras com espessuras inadequadas. Além disso, os resultados das simulações mostram que as margens de segurança adicionais consideradas no cálculo da largura do cinturão primário das salas de radioterapia são conservadoras. Demonstram também que a atenuação proporcionada pelo corpo do paciente decresce com o aumento de energia, sendo o maior valor encontrado de atenuação de 0,54 na energia de 6 MeV.


 

Utilize QR CODE para download no celular ou tablet

Curriculo Lattes

THAIS LIGIÉRO BRAGA 
Nomes em citações bibliográficas: BRAGA, T. L.; LIGIÉRO, T.; THAÍS LIGIÉRO BRAGA;LIGIERO, THAIS; LIGIERO, T. B.; THAIS LIGIERO BRAGA; LIGIERO, THAIS BRAGA

Status: TITULADO
Data: 19/02/2015


Área de Concentração: RADIOECOLOGIA
Orientadora: MARIA ANGELICA VERGARA WASSERMAN (IEN/CNEN)
Co-orientador: RALPH SANTOS-OLIVEIRA (IEN/CNEN)

Dissertação: DESENVOLVIMENTO DE NANORRADIOFÁRMACO À BASE DE BEVACIZUMABE MARCADO COM TECNÉCIO-99m PARA DIAGNÓSTICO PRECOCE DO TUMOR ESTROMAL GASTROINTESTINAL

Revisor: Walsan Wagner Pereira (IRD/CNEN)

Banca Examinadora: Marcus Alexandre Vallim de Alencar (IRD/CNEN) - Claudio de Carvalho Conti (IRD/CNEN) - Arlene Alves dos Reis (IRD/CNEN) - Paula Novaes Sarcinelli (FIOCRUZ)

Resumo: O desenvolvimento de novos radiofármacos é uma atividade essencial ao aperfeiçoamento da medicina nuclear, e fundamental para o diagnóstico precoce e eficaz de doenças oncológicas. Dentre as diversas possibilidades em pesquisa atualmente no mundo, os radiofármacos a base de quimioterápicos podem ser os mais eficazes na detecção de tumores, particularmente o Tumor Estromal Gastrointestinal (GIST, do inglês Gastrointestinal Stromal Tumor), o Carcinoma Metastático de Células Renais e os tumores neuroendócrinos pancreáticos. Contudo, dificuldades no direcionamento, assim como na adesão do radiofármaco no local desejado, são, atualmente, os principais problemas na detecção precoce e tratamento de alguns desses tumores. Os avanços no ramo da nanotecnologia, em particular nos últimos anos, apontaram importante contribuição na superação desses obstáculos, em especial, na transposição de barreiras moleculares, assim como a funcionalização das nanopartículas, melhorando assim o direcionamento, pelo uso de nucleotídeos de superfície, e o aumento da aderência, o que facilita a disponibilização do fármaco e consequentemente, aumenta as chances de diagnose precoce e tratamento mais eficaz. Esse trabalho teve como objetivo a produção, caracterização e avaliação de citotoxicidade, assim como teste in vivo de biodistribuição de nanopartículas de Bevacizumabe marcadas com o radionuclídeo Tecnécio-99m para a detecção de tumores do tipo GIST. O Bevacizumabe foi encapsulado na forma de nanopartículas pelo método de dupla emulsificação utilizando os polímeros ácido poli-acético e álcool polivinílico (PLA/PVA) na concentração de 2% do anticorpo monoclonal. A caracterização das nanopartículas foi realizada pela técnica de microscopia eletrônica de varredura (MEV). A avaliação da citotoxicidade foi feita pelo ensaio de XTT com várias linhagens de células de tumores sólidos. A marcação com Tecnécio-99m foi realizada pelo método direto, determinado o seu rendimento pela cromatografia em papel, utilizando a fase estacionária papel de Whatmam nº 1 e para a fase móvel a acetona. No estudo de biodistribuição foram utilizados ratos Wistar sadios, que foram sacrificados 2 horas após a administração do nanorradiofármaco e dissecados para contagem dos órgãos no contador gama. O MEV evidenciou que as nanopartículas apresentam forma esférica, com dispersão de tamanho entre 180 a 200 nm. O efeito citotóxico das nanopartículas foi confirmado pela diminuição da viabilidade das linhagens de células tumorais MDA-MB 231, A549 e MCF-7 que expressam VEGF, a partir de 500 μg/mL de nanopartículas de PLA/PVA/BEVACIZUMABE. A marcação vi das nanopartículas teve um rendimento maior do que 99%. No estudo de biodistribuição com ratos Wistar sadios, foi observada melhoria na biodistribuição deste fármaco com diminuição do efeito de primeira passagem, deixando-o mais circulante no sangue, melhoria na depuração e diminuição no baço e fígado, com menor comprometimento do sistema imune. Estes resultados sugerem maior segurança e especificidade deste nanorradiofármaco comparado ao fármaco original.


Curriculo Lattes

 

 

UBIRATAN SILVA NEVES 
Status: DESLIGADO
Data: 31/03/2014


Área de Concentração: ---
Orientador: ---


 

Utilize QR CODE para download no celular ou tablet

 

 

Curriculo Lattes

 

 

VITOR JESUS DE OLIVEIRA 
Nomes em citações bibliográficas: OLIVEIRA, V; OLIVEIRA, V. J.

Status: TITULADO
Data: 26/02/2015

Área de Concentração: FÍSICA MÉDICA
Orientador: LUIZ ANTONIO RIBEIRO DA ROSA (IRD/CNEN)
Co-orientador: ANTONIO CARLOS FONTES DOS SANTOS

Dissertação: SEÇÕES DE CHOQUE DE PERDA E CAPTURA ELETRÔNICA PARA FEIXES DE O+ EM VAPOR DE ÁGUA EM UMA FAIXA DE ENERGIA ENTRE 0,2 E 1,2 MeV

Revisor:  Alessandro Facure Neves de Salles Soares (SEDE/CNEN)

Banca Examinadora: Luiz Antonio Ribeiro da Rosa (IRD/CNEN) - Ana Lucia Ferreira de Barros (CEFET/RJ) - Denison de Souza Santos (IRD/CNEN) - João Emílio Peixoto (IRD/CNEN)

Resumo: O estudo de interações entre íons e moléculas é importante para o conhecimento das seções de choque dos processos que contribuem para a deposição de energia no meio por feixes de partículas carregadas utilizados em planejamentos de tratamentos de radioterapia e simulações de transporte de partículas. Íons pesados, como o oxigênio, induzem muitos danos celulares e moleculares em células humanas como resultado da interação do projétil com átomos e moléculas. O uso de próton e carbono como projéteis interagindo com moléculas de água já está bem caracterizada, contudo existem poucos estudos com íons de oxigênio. Neste trabalho está sendo estudada a perda eletrônica (ionização do íon) e a captura eletrônica de feixes de oxigênio com estado de carga 1+. O acelerador Pelletron de 1,7 MV do Laboratório de Colisões Atômicas e moleculares da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) é usado para acelerar os íons de oxigênio até uma ordem de centésimos da velocidade da luz, e é composto pela fonte de íons negativos, pelo filtro de Wien, pelo acelerador propriamente dito e pelo imã seletor de cargas. O dispositivo de detecção usado para avaliar os processos de interação (perda e captura) entre o feixe de O+ e a molécula de água é um MicroChannel Plate (MCP) com anodo sensível à posição. A colisão de feixes de O+ com vapor de água (Z = 10) está sendo estudada em uma faixa de energia de 0,2 a 1,2 MeV. Foram obtidas as respectivas seções de choque de perda e captura eletrônica absoluta e comparada com a molécula de metano (CH4 → Z = 10), molécula isoeletrônica á água. Os resultados experimentais mostram um acordo entre as medidas com água e metano. Foram feitas comparações com resultados de modelos teóricos para perda eletrônica com o ”Free Collision Model” e de captura com o modelo de Bohr e Lindhard. Os resultados teóricos para perda eletrônica mostram uma concordância das medidas experimentais com o modelo utilizado. O modelo de Bohr e Lindhard descreve bem os resultados experimentais para captura eletrônica para baixas velocidades, no entanto superestima para velocidades intermediárias v = v0.


Curriculo Lattes

 

 

VITOR MOURA DE PAULA 
Status: DESLIGADO
Data: 31/03/2014

Área de Concentração: ---
Orientador: ---


     



Powered by Joomla!®. Design by: Mobility Theme  Valid XHTML and CSS.